A Geoquímica no Brasil e no Mundo


A Criação da ALAGO

O  Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo A. Miguez de Mello-CENPES   é o principal pólo de desenvolvimento e tecnologia da PETROBRAS, atuando nas áreas de exploração e produção, processamento e produtos da indústria  do  petróleo e na engenharia básica. Dentre os principais campos de atividade do CENPES destaca-se o trabalho que vem sendo desenvolvido na área de geoquímica orgânica, aplicada à exploração de hidrocarbonetos líquidos e gasosos, nas bacias sedimentares brasileiras, utilizando laboratórios de petrografia orgânica, isótopos estáveis, pirólise, marcadores biológicos, através  da espectrometria de massas, cromatografia líquida e gasosa, assim como geoquímica de superfície. A modelagem de bacia, na qual são combinados os dados geológicos, geoquímicos e geofísicos, com estudos de simulação matemática, representou provavelmente um dos mais significantes avanços entre as técnicas na Exploração de Petróleo das várias companhias. A área de Geoquímica do Petróleo do CENPES encontra -se nivelado aos  principais grupos internacionais atuantes neste campo.

figura-30-600x418

Figura 1 - Rio/89, no 13º International Geochemical Exploration Symposium (IGES) Estande da PETROBRAS/CENPES, no Hotel Glória, aparecendo os geólogos, da esquerda para direita, Gilberto Henz (paletó branco), Paulo César Gaglianone (Gerente do Setor de Geoquímica do Petróleo- 1985/ 1989), René Rodrigues e Aymar da Silva Santos. A participação dos CENPES no Rio/ 89- 13º. IGES teve grande apoio do seu Superintendente Guilherme Estrella.

Em novembro de 1988, ocorreu o 1º. Congresso Latino- Americano de Geoquímica Orgânica, no Centro de Pesquisas da PETROBRÁS, no  Rio de Janeiro. A Associação Latino- Americana de Geoquímica Orgânica- ALAGO  foi, então criada, e teve seu Conselho Diretor eleito, para a gestão 1988- 1992,  em 30 de novembro de 1988. O Conselho Diretor ficou, assim, constituído: Paulo César Gaglianone (Presidente) e como Diretores, representantes junto às indústrias e  entidades de pesquisas na Argentina: Maria Del Rosario Rosso (Yacimientos Petrolíferos Fiscales - YPF) e Héctor J. Villar (Centro de Investigaciones em Recursos Geológicos); na Venezuela: Fernando Cassani (INTEVEP S.A.) e Rudolf Jaffé (Universidad Simon Bolivar); no Brasil: Zuleika Carreta Corrêa (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e Jorge Triguis (Centro de Pesquisas- PETROBRÁS); Foram indicados para 1º. Tesoureiro: Eugênio Vaz dos Santos Neto e para 2º. Tesoureiro: Tikae Takaki. A ALAGO promoverá o fomento de Atividades nas sub- áreas Geoquímica Analítica, Geoquímica Ambiental e Hidrogeoquímica, Geoquímica Isotópica, Petrografia Orgânica, Biomarcadores, Ambientes Recentes, Geoquímica de Carvão, Geoquímica do Petróleo, Geoquímica de Superfície, como também em outros campos da Geoquímica Orgânica.

figura-31-600x444

Figura 2 - Visita à Plataforma de Garoupa - Bacia de Campos, Aeroporto de Macaé, para os participantes do Rio/89 - 13º. International Geochemical Exploration Symposium - (IGES). Coordenador da visita (field trip): geólogo da PETROBRAS/CENPES Paulo César Gaglianone (da área de Geoquímica do Petróleo, ao centro).

Esse texto teve a colaboração do geólogo Paulo Cesar Gaglianone.